Reserve
Turismo Cultural: história e museus baianos
Turismo-Cultural-história-e-museus-baianos

Turismo Cultural: história e museus baianos

Com uma história rica por conta da influência cultural e religiosa portuguesa, Salvador se tornou destino certo para quem busca um turismo voltado para a cultura e tradição, e cada dia mais turistas nacionais e estrangeiros visitam a capital baiana para conhecer, através dos diversos museus na cidade, a história da primeira capital do Brasil, bem como diversos outros temas, que compõem o vasto acervo espalhados em museus. Conheça alguns museus baianos e sua importância para a cidade!

Influência e tradição africana

O Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab), localizado na Rua do Tesouro, nº 61-127, tem a sua temática voltada para a cultura africana. Ele tem em seu acervo diversas obras e fotografias que retratam a escravidão, desde o transporte e comércio, passando por diversos movimentos e contribuições por meio da arte, cultura e religião, até a abolição da escravatura. Ele retrata a identidade negra, o esporte e a música (tais como o samba e o maracatu). Outro objetivo deste museu é realizar ações e iniciativas entre os países e culturas africanas, tais como Moçambique, Guiné e Angola. O visitante poderá participar de oficinas, exposições e diversos outros eventos.

Famílias tradicionais e história de Salvador

Luxo e sofisticação são o que se encontra no Museu da Arte da Bahia (MAB). O mais antigo museu do Estado da Bahia, instalado em Salvador e construído em 1918, tem em seu acervo permanente diversas coleções de louças, mobiliários, esculturas e obras de artes, fotografias e documentos usados pelas famílias tradicionais que residiam no Estado. Um dos destaques deste museu é a escada de jacarandá. O visitante tem a oportunidade de conhecer obras de grandes personalidades baianas tais como Alberto Valença e Mendonça Filho. O museu está instalado no Palácio da Vitória, na Avenida Sete de Setembro, mais conhecido como Corredor da Vitória.

Buscando preservar e divulgar toda a história da cidade de Salvador, o Memorial da Câmara Municipal de Salvador, foi aberto ao público em 2001 e traz em seu acervo, documentos oficiais, e mobiliários, apresentados por meio de imagens e de forma cronológica dos acontecimentos ocorridos na capital baiana, bem com pinturas e retratos de personagens importantes em fatos históricos. O museu fica na Praça Tomé de Souza, no centro da capital.

Símbolo da influência na culinária

Se o seu objetivo é conhecer mais sobre culinária baiana, o Museu da Gastronomia Baiana apresenta ao visitante um acervo com diversas pinturas, filmes, utensílios e maquetes, que representam as trocas e invenções que ocorriam durante as longas viagens de travessia da África para o Brasil e vice-e-versa.

Esse museu é um dos primeiros no Brasil e na América Latina e foi criado com a iniciativa do Senac-Bahia com o objetivo de trazer informação, valorização e divulgação da culinária baiana em seus diversos contextos. Há um Restaurante-museu-escola, onde o visitante pode degustar pratos baianos. O museu fica na Praça José de Alencar, no Pelourinho.  

Museu que vale o passeio

O Museu Geológico da Bahia (MGB), localizado na Avenida Sete de Setembro, guarda em seu acervo amostras de minerais, rochas e fósseis, bem como documentos e objetos utilizados na mineração e ourivesaria. Com mais de 20 mil peças, sua estrutura e coleções são equivalentes a alguns dos mais renomados museus de geociências dos Estados Unidos e da Europa. Uma das peças curiosas que faz parte de seu acervo é uma réplica do maior meteorito que já foi encontrado no país, em Monte Santo, no ano de 1784. Possui também auditório/cinema e um café.

Além desses, existem vários outros museus baianos e pontos turísticos da capital baiana! Hospede-se no Fera Palace Hotel e conheça mais de Salvador!

Crédito da Imagem – Google Street View

 

LEIA OUTRAS DICAS DE SALVADOR