Reserve
Terça da Benção
terca-da-bencao

Terça da Benção

Já está planejando as suas férias em Salvador? Então, não esquece de adicionar a sua lista a Terça da Benção, uma tradicional festa que acontece todas as terças-feiras no Pelourinho.

Esse é o dia da semana em que o “Pelô” mais lota, os turistas e os baianos vão até o local em busca de boas energias.  E, é claro, de diversão porque nesses dias também há apresentação de grupos de Percussão e ensaio do conhecido Olodum.

A Terça da Benção combina as tradições da Bahia e África e acontece uma vez na semana, às 18 horas; O seu grande ponto acontece na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Talvez você não a conheça por nome, mas essa igreja, com certeza, já foi ou será fundo de alguma foto sua em Salvador, ela é uma construção antiga e azul presente no Largo do Pelourinho.

A missa costuma sempre estar cheia, mas quando se trata da última do ano, ela fica lotada ao ponto de quem vê por cima não conseguir enxergar o chão. Entre tantos fiéis, é possível encontrar muitas máquinas e celulares a postos para fotos, isso, porque é impossível não se encantar com a beleza da igreja e não querer registrar pedaços dessa cultura.

Essa missa carrega a ideologia religiosa baiana para o interior da igreja católica. Os instrumentos que são usados como base de acompanhamento são os que são utilizados em terreiros de candomblé, e essa mistura encanta. Mesmo que você não seja uma pessoa religiosa, vale a pena conhecer a Terça da Benção em Salvador, ela deixou de ter apenas um sentido religioso e se tornou um marco na Bahia.

Em todas as terças-feiras, o processo se repete: as ruas do centro Histórico se tornam um evento, em qualquer parte do Pelourinho há festa. A dica é que você chegue cedo para garantir um lugar, garantimos que a experiência é maravilhosa e de arrepiar.

História da Terça da Benção em Salvador

A Terça da Bênção é um marco da história atual do Pelourinho, ela nasceu espontaneamente e se tornou uma festa popular semanal, que atrai muitos turistas e fieis no final do ano. Acredita-se que fazer parte dessa missa é uma maneira de iniciar um novo período mais abençoado.

Os historiadores dizem que ela teve início em 1950, exatamente no dia da bênção da Igreja de São Francisco que acontecia as terças-feiras, com a distribuições de pães para quem acompanhava a missa. Entre os anos de 1970 e 1990, a Terça da Benção deixou de ter apenas um cunho religioso, virando também um evento pelas ruas do Centro Histórico.

Foi nesse período que os comerciantes notaram que existiam maneiras de lucrar nesse dia, surgindo assim as primeiras barracas de vendas. Ademais, foi durante essas décadas que os blocos afros, recém-nascidos, como o Ilê Ayê, ganharam mais visibilidade, atraindo cada vez mais os moradores de Salvador, Bahia e mundo.

A Terça da Benção tem como característica a diversidade, por isso, não deixe de conhecer!

LEIAS OUTRAS DICAS DE SALVADOR