Reserve
Salvador, o melhor da história em sua gastronomia.
gastronomia-bahiana

Salvador, o melhor da história em sua gastronomia.

A Bahia tem várias matrizes africanas de destaque em sua cultura, mas sem duvida a culinária, religião e música são as mais evidentes.

Ingredientes como coentro, pimenta, dendê, leite de coco são marcantes em sua culinária, além de outras especiarias, mas eles sabem balancear e dar aos pratos o equilíbrio, sabor que nos apaixonam ao primeiro contato, depois fica por muito tempo àquela lembrança e gostinho de quero mais.

Uma vez em Salvador, jogue-se às experiências gastronômicas, experimente o acarajé, bolinho feito de feijão fradinho e depois frito no azeite de dendê, que normalmente é servido recheado com vatapá e camarão, que pelas ruas de Salvador não faltarão oportunidades, é como um fast food em cada esquina Nova York, só que não. Você pode sempre encontrará uma típica baiana com seus tabuleiros bem arrumados, onde o colorido dos temperos faz uma fusão com o aroma de seus pratos, lhe seduzem para uma jornada irresistível, não é fast food, é soul food, porque tem alma e muito tempero. O convite para esta experiência  vem  sempre acompanhado ao sorriso e a alegria contagiante das baianas, que na verdade é uma marca do seu povo. Além do acarajé, há outras iguarias como o abará que também é um bolinho de feijão ralado e camarão seco, cozido e enrolado na folha da bananeira, além de variedade de cocadas, caruru e muitas outras delicias.

Sempre haverá uma disputa pelo titulo de melhor acarajé de Salvador, mas há um equilíbrio territorial, nos quatro cantos de Salvador, o mais antigo, na Graça (tradicional bairro de Salvador) há o da Regina que também é encontrado no Rio Vermelho, além do acarajé da Dinha, o fato é que sempre você encontrará o  melhor acarajé ao seu alcance. Acarajé e moqueca chegam a ser uma metáfora com a própria Bahia. Tem ainda o acarajé da Cira, em Itapuã, o acarajé da Loura no Horto Florestal, entre outros.

Jorge Amado, imortal baiano, que transportou à Bahia pelo mundo, através de histórias inspiradoras onde a  gastronomia do lugar roubavam a cena ao lado dos seus icônicos personagens como Gabriela, Dona Flor e Tieta, e que inspiraram seus leitores, também influencia chefs pelo Brasil e pelo Mundo querendo conhecer mais deste lugar e de sua cultura. Entre os pratos bem conhecidos da Bahia, a moqueca tem um destaque especial e muitas variações, como moqueca de siri, camarão, peixe e nãos mãos de chefs renomados, este ensopado hoje já tem sido feito releituras que preservam os principais elementos, mas com a sofisticação em releituras em muitos restaurantes internacionais.

Falar da gastronomia baiana é falar de pratos que carregam não só o DNA africano, mas a história de um povo que foi trazido ao Brasil à sua revelia, como mão de obra escrava para a colonização do país, mas soube manter suas crenças e cultura, especialmente a religiosa, que tem forte influência na culinária já que que muitos pratos são pratos servidos como oferendas à deuses africanos.

Conhecer Salvador é transportar seus visitantes a uma experiência cultural única, que vão muito além das belezas naturais do lugar.

LEIAS OUTRAS DICAS DE SALVADOR